Xangai diminui restrições contra Covid-19 para 12 milhões de habitantes

Xangai diminui restrições contra Covid-19 para 12 milhões de habitantes

Cerca de 12 milhões de habitantes de Xangai, quase metade da população do centro financeiro da China, estão agora em áreas consideradas de menor risco para a Covid-19, o que significa que podem deixar suas casas, disse o governo nesta sexta-feira (29).

Xangai, que enfrenta o maior surto de Covid-19 da China, colocou toda a cidade em lockdown no início de abril, embora tenha relaxado cautelosamente algumas restrições em áreas residenciais que passaram duas semanas sem registro de casos positivos.

A cidade classifica cada unidade habitacional de acordo com três níveis de risco, designando aquelas sem caso positivo por 14 dias como “zonas de prevenção”, permitindo que os moradores saiam para “atividades apropriadas”.

Fontes: https://www.cnnbrasil.com.br/internacional/xangai-diminui-restricoes-contra-covid-19-para-12-milhoes-de-habitantes/

https://www.voanews.com/a/in-shanghai-leaving-home-for-testing-means-covid-exposure/6547716.html

Compartilhar

Últimas notícias

Com o início do ano do Dragão, a China planeja

É uma celebração popular na China para celebrar a abundância e a união. É o segundo festival mais importante da Ásia, ficando atrás apenas do Ano Novo Chinês. Esse ano o feriado será de 3 dias e o escritório da Asialink na China ficará fechado dia 12 de setembro. Os escritórios do Brasil funcionarão normalmente.

A torre Dance Of Light, projetada pelo escritório de arquitetura Aedas e concluída este ano, tem 180 metros de altura. Inaugurada em Chongqing, ela tem 180 metros de altura e apresenta uma fachada torcida que imita a forma das luzes do norte.

AsiaLink © Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Gabriel Vasconcelos